Foto: Ricardo Leser

Ações de Conservação

Certificado Onça-Pintada

Valorizando quem contribui com a conservação do maior Felino das Américas

Existe atualmente um amplo apelo em âmbito mundial para o desenvolvimento de práticas agropecuárias sustentáveis quanto ao uso de recursos naturais e à proteção do meio ambiente. O Instituto Onça-Pintada acredita que as propriedades rurais produtivas podem e devem suprir essa demanda, contribuindo para a conservação da biodiversidade, do solo, da água, da manutenção de todos os serviços ambientais. A implantação de um modelo de propriedade produtiva como o proposto para a “Fazenda Certificada Onça-Pintada”, tem por meta ajustar as ações e condutas que possibilitem assegurar uma melhor convivência entre proprietários rurais e a onça-pintada. Salvar essa espécie da extinção é um dever de toda a sociedade, cabendo aos proprietários de terras, a liderança na tomada de decisões que determinarão o êxito ou o fracasso dessa empreitada que envolve e será igualmente apreciada pelas futuras gerações.

A iniciativa do Instituto Onça-Pintada – IOP em certificar empreendimentos rurais que promovam a conservação da onça-pintada é pioneira no país e no mundo. O Certificado Onça-Pintada é direcionado a produtores rurais, empreendimentos ou prestadores de serviço que estejam estabelecidos em áreas de ocorrência da onça-pintada, cujas práticas sustentáveis contribuam para a sua conservação. A certificação é um processo voluntário, passível de ser adotado por aqueles que se preocupam em contribuir para uma mais efetiva e bem-sucedida conservação da espécie, e do meio ambiente em geral.

A onça-pintada já foi extinta em mais de 50% de sua distribuição geográfica original, que atualmente se restringe a países da América Central e do Sul, até o norte da Argentina, sendo considerada extinta em El Salvador e Uruguai. Aproximadamente metade da distribuição atual da onça-pintada (48%) encontra-se em território brasileiro, o que faz do Brasil um país extremamente importante para garantir a conservação da espécie em longo prazo.

No Brasil, cerca de 75% de sua distribuição está em terras privadas, que representam 60% do território brasileiro. Ao passo que as Unidades de Conservação de Uso Restrito representam em área, um percentual inferior a 10%, não sendo grandes o suficiente para garantir a viabilidade genética de suas populações em longo prazo, caso permaneçam isoladas. E para que possam promover a necessária troca de material genético, fundamental à sobrevivência da espécie, essas populações necessitam transitar entre paisagens ocupadas por fazendas ou empreendimentos rurais. É por essa razão que aqueles que desenvolvem atividades rurais são parceiros estratégicos para o futuro da onça-pintada no Brasil”. Sem seu apoio, a espécie está fadada à extinção.

Diante deste contexto, o Instituto Onça-Pintada considera ser primordial a inclusão dos empreendimentos rurais privados na estratégia de conservação da espécie, por meio da implementação de uma rede de propriedades certificadas, que através da adoção de práticas sustentáveis e da coexistência pacífica, contribuam de forma determinante para a conservação da espécie, preservando de forma equilibrada o seu hábitat e presas naturais.

Dessa forma, possibilitaremos à sociedade civil que reconheça e retribua esse esforço, privilegiando o consumo de produtos provenientes de propriedades rurais que abracem a causa da conservação. O propósito do Certificado Onça-Pintada é promover o reconhecimento isento, científico e legítimo, criando um elo direto entre o produtor que adota práticas conservacionistas e o consumidor final.

Para ser uma “Fazenda Certificada Onça-Pintada”, as propriedades e os empreendimentos rurais devem se comprometer a assegurar uma adequada qualidade de hábitats e de presas naturais para a onça-pintada, tolerando eventuais perdas. Jamais abatê-las ou afugentá-las de sua propriedade. Essas ações contribuirão para uma efetiva conservação da espécie. Ao assumir esse compromisso, as propriedades rurais que receberem o Certificado Onça-Pintada garantirão a movimentação segura desse predador entre as áreas protegidas, possibilitando a reprodução e a criação de seus filhotes. Essa parceria criará um novo momento para a conservação da espécie no Brasil, em esforço inédito e inovador, trazendo o reconhecimento devido aos produtores rurais certificados.

O que é preciso para obter o Certificado Onça-Pintada?

  • Operar uma propriedade rural, explorar um produto ou desenvolver uma atividade em ambiente rural dentro da área de ocorrência da espécie;
  • Estar em conformidade com a legislação ambiental;
  • Comprometer-se a observar e seguir o “Protocolo de Conduta” elaborado pelo Instituto Onça-Pintada, viabilizando a presença e a conservação da espécie nos limites da propriedade a ser certificada.

Você pode contribuir de

Você também pode contribuir!

Participe como voluntário, vivenciando experiências
de campo com nossos profissionais.
Fique de olho em nossas redes sociais para futuras oportunidades!

Doe Agora. A sobrevivência da onça-pintada depende de todos nós!